terça-feira, 20 de outubro de 2020

Atendimentos online e presencial


 

49 - CARTA PARA PSICÓLOGA


 

Eu sou uma pessoa abusiva. E agora?

 


EU SOU UMA PESSOA ABUSIVA! E AGORA?

              Geralmente, o relacionamento abusivo começa com abusos e comportamentos sutis até ficar em uma situação difícil e insustentável.

              São tantos insultos, ciúmes, proibições, que fogem do controle e muitas vezes pode chegar até agressões físicas.

              A vítima do relacionamento abusivo demora a perceber essa relação doentia e isso também pode ocorrer com o abusador, que muitas vezes nem percebe que está praticando esses abusos.

              Caso esteja se questionando se é uma pessoa abusiva, observe alguns de seus comportamentos como:

·       Controla todos os passos de seu parceiro;

·       Vigia constantemente seus contatos pessoais;

·       Ciúme patológico;

·       Quer que tudo seja do seu jeito;

·       Fica irritado e agressivo quando suas expectativas não são correspondidas;

·       Esquece que seu parceiro tem sentimentos e vontade própria;

·       Menospreza a vítima com objetivo de abalar sua autoestima.

Quando se percebe como uma pessoa abusiva já é um passo, mas será fundamental:

·       Reconhecer seus erros;

·       Analisar quando começou esses abusos;

·       Rever sua postura;

·       Responsabilizar-se por suas próprias atitudes.

A psicoterapia auxilia nesse processo de reconhecimento e encorajamento.

Paula Espíndola

#relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi #relacionamentospsicologia #paualespindolapsicologa #insightpsique

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Será que sou uma pessoa abusiva?


 

Vampiro emocional

 


VAMPIRO EMOCIONAL

              O narcisista é considerado um vampiro emocional, onde está disposto a sugar a energia dos outros que estão ao seu redor, custe o que custar, sem se quer se preocupar com sua vítima.

              Ele quer apenas alimentar seu próprio ego e não está preocupado como a vítima está se sentindo.

              A vítima por sua vez devido sua fragilidade emocional poderá se sentir acuada e com medo, assim acaba se isolando.

              Tenha cuidado, pois o abusador sempre repete seus comportamentos destrutivos e muitas vezes a vítima começa a desconfiar da sua própria sanidade mental.

              Lembrando que o relacionamento com narcisista é sempre abusivo, mas nem toda relação abusiva é com narcisista.

Paula Espíndola

#vampiroemocional #relacionamentoabusivo #narcisista #relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

O filho diante do pai ou mãe narcisista

 


O FILHO DIANTE DO PAI OU MÃE NRCISISTA

              Tanto o pai como a mãe narcisista amam a si mesmo de uma maneira excessiva e exagerada.

              Aprenderam a amar a sua própria imagem, portanto, não sabem amar os filhos verdadeiramente de uma maneira saudável.

              Os pais narcisistas veem seus filhos com sentimento de posse e por consequência dessa possessividade querem tirar proveito dessa situação.

              Por sua vez, os filhos por desejarem serem amados querem fazer tudo para agradá-los.

              Os filhos devem:

·       Aprender a diferenciar o amor real do doentio “amor narcisista”;

·       Será importante que esses filhos lutem para recuperar sua autoestima, que tende a ficar abalada com relação narcísica;

·       Entender de que a culpa não é deles por seus pais serem assim;

·       Permitir-se sentir raiva;

·       Encarar suas emoções;

·       Aprender a estabelecer seus próprios limites;

·       Investir em sua autonomia.

O importante é investir em si mesmo.

Paula Espíndola

#narcisista #filhos #relacionamentospsicologia #insightpsique #paulaespindolapsicologa

 

 

quinta-feira, 15 de outubro de 2020