quinta-feira, 19 de julho de 2018

Os sinais da maturidade emocional


OS SINAIS DA MATURIDADE EMOCIONAL

              Existem alguns sinais da maturidade emocional, que são fundamentais:
·       Deixar o passado para trás, lembrar das situações sem sofrimento, apenas como uma lembrança e não deixe que o passado prejudique seu presente;
·       Aprender a controlar suas emoções e ter consciência dos seus próprios sentimentos;
·       Ponderar as suas emoções em sua tomada de decisões;
·       Tolerar as suas frustrações e não se castigar pelos seus erros;
·       Exercitar a empatia, não se influenciando com as emoções alheias;
·       Parar de reclamar para conseguir reverter as situações, ou seja, agir mais e reclamar menos;
·       Reconhecer suas qualidades, virtudes e ter a consciência das suas limitações;
·       Aprender a falar dos seus sentimentos;
·       Pondere o desejo individual e coletivo;
·       Mude o que te incomoda, sem receio de enfrentar as situações.
Agora analise suas atitudes e responda: Você tem maturidade emocional? Comente aqui!

Paula Espíndola



E-book Em busca de relacionamentos saudáveis

Olá! Muitas pessoas estão pedindo informações sobre o E-book "Em busca de relacionamentos saudáveis". O valor é apenas 7,00 que poderá ser efetuado através de depósito bancário no Banco do Brasil, caso fique difícil para você essa opção avise que encontraremos outra maneira. Envie uma mensagem para que eu passe meus dados. Fiz com muito carinho e empenho pensando em vocês. Conto com você!


quarta-feira, 18 de julho de 2018

Maturidade física e emocional


MATURIDADE FÍSICA E EMOCIONAL

              A maturidade cronológica ocorre naturalmente, o tempo vai passando e o corpo vai amadurecendo.
              Já na maturidade emocional, a idade pode ter pouco a ver com isso.
              Muitas vezes, a maturidade física chega antes da emocional.
              A maturidade emocional tem a ver com o despertar da autoestima, empatia e vida social baseada no respeito.

Paula Espíndola



terça-feira, 17 de julho de 2018

Baixa tolerância à frustração


BAIXA TOLERÂNCIA À FRUSTRAÇÃO

              Segundo Flávio Gikovate, que foi um grande psiquiatra e psicoterapeuta, a maturidade emocional refere-se a boa tolerância à frustração e está relacionado com a inteligência emocional.
              A baixa tolerância à frustração ocorre quando:
·       Não diferencia o desejo das suas reais necessidades;
·       Uma explosão de sentimentos diante de algo não alcançado;
·       Se prendem no que deveria ser e não no que realmente é.
Aprenda a lidar com suas frustrações.

Paula Espíndola



segunda-feira, 16 de julho de 2018

Maturidade Emocional


MATURIDADE EMOCIONAL

              A maturidade emocional é a capacidade de lidar com as frustrações, ter senso de responsabilidade sobre si mesmo e principalmente entender melhor o seu amor-próprio.
              A pessoa com essa maturidade tem mais flexibilidade e sabe ponderar as emoções na tomada de decisões.
              A maturidade emocional ocorre quando temos consciência das nossas emoções e reações e a partir disso, escolher os melhores caminhos para tomar as decisões.
              Para encarar as frustrações e lidar com a maturidade, é fundamental aprender e aceitar o que a vida nos apresenta e seguir em frente.

Paula Espíndola



quinta-feira, 12 de julho de 2018

Superando a frustração


SUPERANDO A FRUSTRAÇÃO

              Deve-se estar atento em alguns aspectos para superar a frustração:
·       Aceitar a realidade;
·       Transformar os maus momentos em coisas boas;
·       Tente se controlar e tire proveito positivo dessa situação;
·       Buscar novos caminhos para realizar seus desejos;
·       Viva o presente;
·       Reconheça suas conquistas;
·       Evite a solidão;
·       Adquira autoconhecimento;
·       Faça psicoterapia.
Encare as novas situações como um desafio e não como um obstáculo.

Paula Espíndola



quarta-feira, 11 de julho de 2018

Sintomas e consequências da frustração


SINTOMAS E CONSEQUÊNCIAS DA FRUSTRAÇÃO

              Os principais sintomas da frustração são:
·       Falta de motivação;
·       Raiva;
·       Agressividade;
·       Sensação de impotência e fracasso;
·       Baixa autoestima;
·       Retraimento.
As consequências da frustração são:
·       Frieza;
·       Agressividade;
·       Evitação;
·       Compensação;
·       Reações de raiva e desânimo;
·       Prejuízos nas atividades diárias.
Lembre-se que a frustração leva ao crescimento.

Paula Espíndola