quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Transtornos das mães narcisistas


TRANSTORNOS DAS MÃES NARCISISTAS

              Os transtornos que mais acomete as mães narcisistas são:
  • ·       Transtorno de Personalidade Narcisista: quando apresenta um senso exagerado de superioridade e importância, a pessoa fica convencida que é superior aos outros. É uma pessoa cheia de si, autocentrada e não reconhece o mérito dos outros.
  • ·       Transtorno de Personalidade Histriônica: é a pessoa dramática, excessiva emocionalmente e instável.
  • ·       Transtorno de Personalidade Borderline: apresentam apego, desprezo, raiva, presa nos próprios pensamentos, sentimentos e interesses. São displicentes, autoritárias, chantagistas, manipuladoras e com grande instabilidade emocional.

Inclusive! Borderline é um transtorno muito comum em mulheres que amam demais, as conhecidas MADA.

Paula Espíndola



terça-feira, 14 de agosto de 2018

Comportamentos típicos das mães narcisistas


COMPORTAMENTOS TÍPICOS DAS MÃES NARCISISTAS

              O primeiro passo é conseguir perceber a mãe narcisista, porque não é identificada desde o início.
              Essas mães apresentam alguns comportamentos típicos, que são:
·       Provoca discussões e brigas;
·       Não respeita os limites da pessoa;
·       Podem sofrer de depressão;
·       Exibe um comportamento infantil;
·       Não admite suas responsabilidades e culpabilidade;
·       Não cumpre o que promete;
·       Não pede desculpas;
·       Monopoliza os recursos financeiros;
·       Tem opiniões extremas;
·       Pratica bullying.
Observe esses comportamentos para conseguir identificar a mãe narcisista.

Paula Espíndola



segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Mães Narcisistas


MÃES NARCISISTAS

              O narcisista é o indivíduo que admira exageradamente a sua própria imagem e cultiva uma paixão excessiva por si mesmo.
              Já a mãe narcisista, geralmente vê a filha como uma ameaça e quando a atenção se desvia dessa mãe, a filha sofre retaliações, humilhações e castigos.
              Os principais aspectos desse narcisismo materno são projetados por uma inveja e ciúme patológico dessa filha por vários motivos, que podem ser:
  • ·       Aparência;
  • ·       Juventude;
  • ·       Bens materiais;
  • ·       Realizações pessoais;
  • ·       Educação;
  • ·       E até devido ao relacionamento com o pai.

Fique atento!

Paula Espíndola





quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Superando o Bullying


SUPERANDO O BULLYING

              O bullying pode ocorrer em qualquer ambiente com relacionamentos interpessoais, ou seja, em qualquer contexto social.
              Para superar o bullying será necessário:
·       Aprender a reconhecer o bullying;
·       Estimular as crianças e adolescentes a falarem o que está ocorrendo com eles;
·       Ensinar aos filhos, a empatia para que não cometam os mesmos erros;
·       Estar atento ao bullying virtual, o cyberbullying;
·       Não responda com violência, apenas com segurança;
·       Acompanhamento psicológico, tanto para as vítimas como para os praticantes.
Fique atento, pois ambas partes sofrem muito.

Paula Espíndola



quarta-feira, 8 de agosto de 2018

As consequências do Bullying


AS CONSEQUÊNCIAS DO BULLYING

              O bullying traz várias consequências, tanto na infância, adolescência e fase adulta, que são:
·       Baixo rendimento escolar ou profissional;
·       Evasão escolar;
·       Sensações de medo e angústia;
·       Quadros de depressão;
·       Dificuldade de concentração;
·       Baixa autoestima;
·       Uso de substâncias como álcool ou drogas;
·       Pesadelos e insônia;
·       Automutilação;
·       Tentativa de suicídio.
Fique atento ao bullying!

Paula Espíndola



terça-feira, 7 de agosto de 2018

Bullying na escola


BULLYING NA ESCOLA

              É de suma importância, que as escolas falem muito sobre bullying, mesmo antes de acontecer.
              Geralmente, os agressores na escola escolhem seus alvos que são:
·       Alunos novatos;
·       Extremamente tímidos;
·       Os que tem boas notas, aguçando inveja e vingança dos menos estudiosos;
·       Pessoas com traços físicos que fogem do padrão convencional;
·       Pessoas com baixa autoestima.
Os pais devem conversar muito com seus filhos, pois eles não contam porque:
·       Tem medo de serem agredidos;
·       Por vergonha;
·       Medo de que não acredite nele ou que não receba apoio.
Lembre-se! O diálogo é sempre o melhor caminho.

Paula Espíndola



segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Agressores e vítimas do Bullying


AGRESSORES E VÍTIMAS DO BULLYING

              O bullying pode deixar marcas pela vida toda, tanto nos que praticaram o bullying, como também nas vítimas.
              Nos agressores:
·       Crises de ansiedade;
·       Depressão;
·       Hostilidade;
·       Abusos;
·       Uso de substâncias como álcool e drogas.
Nas vítimas:
·       Depressão;
·       Mau desempenho profissional ou escolar;
·       Baixa autoestima;
·       Tentativa de suicídio.
O bullying diz respeito as duas partes, pois é uma violência para fugir de algum desespero. Fique atento!

Paula Espíndola